Siga estas dicas para melhorar a gestão financeira da sua loja

0

Administrar as finanças da empresa vai muito além do cálculo de receitas e custos.

Trata-se de uma tarefa bem mais complexa, já que possibilita um crescimento sustentável do negócio e viabiliza as operações de outros departamentos, e os investimentos a serem feitos para manter a competitividade.

Uma boa gestão financeira demanda um planejamento financeiro sólido, com a determinação de estratégias que levem ao crescimento. Também é muito importante acompanhar e mensurar os indicadores para ajustar os processos e poder controlar melhor os resultados.

Neste post, daremos algumas dicas para tornar a sua gestão financeira mais eficiente. Continue acompanhando!

Acompanhe o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é um indicador financeiro importantíssimo, que deve ser acompanhado diariamente. Monitorar todas as entradas e saídas de dinheiro da empresa ajuda o gestor a ter uma visão mais clara da situação, possibilitando cortar custos e evitando prejuízos.

Separe as finanças da empresa das finanças pessoais

Misturar as receitas e as despesas pessoais com as da empresa é um grande equívoco, que pode acabar prejudicando a saúde financeira dos negócios. O ideal é nunca utilizar o dinheiro do caixa para quitar gastos pessoais. Em lugar disso, o mais indicado é separar as contas bancárias e os cartões, definir um salário para o gestor e fazer reservas financeiras para evitar ter que recorrer ao dinheiro da empresa. Assim, o controle ficará muito mais fácil!

Evite gastos desnecessários

É claro que, em determinado momento, o negócio precisa se expandir, e isso demanda investimento, No entanto, esse processo deve envolver cautela e um planejamento rigoroso, para que não se exceda o orçamento. Para não gastar mais do que o necessário, evite alugar um escritório ou sala muito maior, não contrate equipes gigantescas nem adquira mais matéria-prima ou produtos para revenda do que é preciso. Nesse caso, é melhor ir aos poucos, conforme as demandas e a realidade financeira.

Saiba a diferença entre o lucro e o faturamento

Conhecendo a diferença entre esses dois conceitos, é mais fácil mensurar quantitativamente os lucros e prejuízos da empresa, e fazer projeções para o futuro. Então: anote aí:

O faturamento é o valor arrecadado em um determinado período, e a partir do qual a Receita Federal calcula os impostos a serem pagos. Já o lucro do negócio é o que “sobra” após a dedução dos custos operacionais envolvidos.

Monitore os resultados regularmente

Para a gestão financeira ser eficiente, é fundamental analisar frequentemente os resultados obtidos. Acompanhe os principais indicadores, buscando identificar erros e pontos de melhoria, e planejando estrategicamente as mudanças que devem ser implementadas para que os retornos sejam mais expressivos.

Gerencie seus ativos

As empresas devem ter conhecimento de seus bens e ter total controle sobre eles. Isso inclui administrar o patrimônio de maneira adequada, visando a evitar desperdícios, reduzir custos e otimizar os processos.

Esse controle deve envolver a gestão dos ativos tangíveis, como dinheiro em caixa, estoque, investimentos, entre outros, e também dos intangíveis, como o valor da marca, os direitos autorais, as licenças obtidas, etc.

Avaliar e gerenciar os ativos permite ao gestor determinar os valores reais de todo o patrimônio da empresa, permitindo uma análise muito mais precisa e fiel à realidade.

Utilize uma boa ferramenta de gestão

Uma gestão financeira efetiva demanda precisão nos números. Por isso, é preciso evitar ao máximo os erros de cálculos. Uma boa ferramenta de gestão corporativa pode ajudar isso, porque, ao automatizar tarefas, ela acaba evitando falhas humanas.  Além disso, essas soluções economizam tempo, ajudam a organizar melhor o fluxo de caixa e o controle de estoque, fazem a empresa ganhar produtividade e, consequentemente, reduzir seus custos.

Elas também permitem a integração com outros sistemas utilizados pela companhia, como o gestor financeiro, o sistema bancário, a plataforma de e-commerce e etc. Tudo isso simplifica muito o trabalho e facilita a gestão. Por isso, não tenha medo a tecnologia a favor da gestão financeira de sua empresa!

Como você pode ver, a gestão das finanças é uma atividade muito estratégica para a empresa inteira e, quando realizada com inteligência, pode alavancar os negócios, já que os recursos serão mais bem administrados, haverá a possibilidade de identificar facilmente os pontos de maior lucratividade, bem como as principais falhas a serem solucionadas. Tudo isso é fundamental para um planejamento mais embasado e confiável.

Fonte: Blog PDVend.

Start typing and press Enter to search