Como superar frustrações na carreira? 2 histórias de superação no trabalho

0

A frustração profissional é mais comum do que muita gente imagina.

Quando se decide uma carreira a seguir, ninguém pensa que, em algum momento, poderá querer se desligar dela por qualquer que seja o motivo, mas isso é muito frequente.

Esta frustração pode começar com o emprego em si: a pessoa não se sente mais confortável no ambiente de trabalho ou começa a ter problemas com seus colegas e líderes, e acaba por desenvolver a frustração, que a faz trabalhar cada vez mais insatisfeita (clique aqui e descubra como saber se você está desmotivado no trabalho).

A frustração pode surgir também em relação à própria profissão, quando a pessoa começa a se sentir insatisfeita com sua carreira e com o seu ofício. Esse tipo de frustração é bastante comum em profissionais que ficam por um tempo fora do mercado de trabalho, em busca de uma recolocação, sem sucesso. Este tipo de desânimo também aparecer ainda no início da vida profissional, quando o indivíduo sai da faculdade e percebe na prática que a profissão não era aquilo que esperava.

A verdade é que é preciso saber lidar com essas frustrações, fazer uma análise da situação e tomar as decisões corretas para enfrentar este momento. E nada melhor para conseguir passar por essa fase do que se inspirar em histórias de superação no trabalho, de quem já passou por isso, mas com perseverança alcançou o ápice de sua carreira.

Veja a seguir, algumas dessas histórias motivadoras para se inspirar:

Histórias de superação no trabalho

Chris Gardner

“À procura da felicidade” geralmente é listado como um dos principais filmes motivacionais. Pois esta história de superação é baseada na vida de Chris Gardner, que nasceu nos Estados Unidos e teve uma infância bastante turbulenta, recebendo agressões frequentes do seu padrasto. Começou a cursar medicina, mas não conseguiu dar continuidade aos estudos e começou a trabalhar vendendo equipamentos médicos.

Chris Gardner enfrentou problemas também com a sua família, quando a sua esposa o abandonou com um filho pequeno. Foi nesse cenário que ele conheceu um importante corretor, que o apresentou ao mercado de ações. Chris fez sua matrícula para um programa de treinamento e começou a sua trajetória, a qual o levou à criação da sua própria corretora: a Gardner Rich, em Chicago.

Abílio Diniz

Considerado uma importante influência no País, é o presidente do Conselho Administrativo do Grupo Pão de Açúcar. Se formou em Administração e, seguindo o conselho de seu pai, abriu um supermercado.

Com o negócio em crescimento, Abílio também enfrentou momentos de grandes dificuldades, como uma reestruturação administrativa na década de 90. Passada essa fase, o Grupo Pão de Açúcar continuou se expandindo e, no ano de 1968, já era composto por 40 lojas, composta por aproximadamente 1500 funcionários.

O primeiro Pão de Açúcar, que foi o primeiro mercado que Abilio Diniz inaugurou, continua no mesmo endereço: Avenida Brigadeiro Luís Antônio, em São Paulo.

Fonte: Mundo Carreira.

Start typing and press Enter to search